Responsive image

[J-Movie] Orange

por Isa Fernandes

Já começo essa resenha suspirando, esse filme/live-action é baseado em um dos mangás mais vendidos no japão, Orange, então não dá para esperar pouca coisa, esse é um filme que te faz repensar bastante nas escolhas da vida.

País: Japão
Gênero: Drama, Romance
Episódios: 01 Episodio (Movie)
Classificação: 04 Estrelas
Ano: 2015
Onde Assistir: Mahal Dramas/ Dopeka

 

 

 

 

 

 

Retrata a historia de Takamiya Naho, durante o ensino médio aos 16 anos recebe uma carta que diz ser dela mesma 10 anos no futuro: “seria realmente possível? Receber um carta do seu próprio eu do futuro?.” Naho se faz essa pergunta incessavelmente até que o relatado naquela carta começa a acontecer.

“Durante a primavera do meu decimo sexto aniversário.
eu recebi uma carta endereçada para mim.
O remetente da carta era…Eu?”

No momento em que ela recebe a carta já fiquei focada em saber de cada coisa que estava escrito, se realmente foi ela mesmo. A Naho do futuro se diz estar cheia de arrependimentos e pede que seu eu do passado faça escolhas diferentes na sua vida, a carta também revela que um garoto com o nome de Naruse Kakeru irá chegar na sua sala de aula, o que deve ter sido muito estranho para Kakeru, porque quando ocorreu Naho ficou  encarando-o abismada e a partir de então é difícil não ficar intrigado. O que mais a carta poderia revelar?

“Eu só quero que você não convide Kakeru para sair naquele dia.
Absolutamente não.”

Com isso fiquei querendo saber o que iria acontecer a seguir e o que aconteceria com Naho, será que ela conseguiria mudar suas escolhas, pois a eu do futuro suplicou que não convidasse ele. Se ela é realmente a remetente, errou novamente, ou melhor, não quis mudar sua escolha.

Sabe aqueles filmes que você quer entrar na tela e dar um empurrão, é assim que me senti com esse J-Movie, fez me lembrar de várias palavras duras que já pronunciei e que realmente podem machucar alguém, mas nunca pensei no efeito que elas podem causar, até assistir Orange.

Esse J-Movie pode amolecer até os corações mais duros ou os que parecem ser, mostra como devemos viver cada dia, fazendo nosso melhor, sem deixar arrependimentos, como uma palavra ou um gesto pode mudar tudo. Consigo entender Naho em toda sua timidez, como as vezes é difícil dizer algo, ainda mais quando se trata do seu coração e seu primeiro amor, quando queremos dizer uma palavra de carinho ou de reconforto, porém a timidez vence.

Suspiros, lágrimas, risos e momentos que me deixaram prendendo o fôlego, essa mistura imperou enquanto assistia Orange. Indico esse J-Movie para todos os gostos, acredito que se você gosta de filmes ou series asiáticos, não pode deixar esse passar em branco.

“Se ficar muito pesado você não tem que se esforçar para carregar tudo sozinho,
estamos todos aqui.”

 

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

2016 © CÁ ENTRE NÓS - DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR FOLLOW DESIGN